Rádio Líder FM Online de Acopiara

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Argentina aumenta salário mínimo em 33%


O governo argentino e os sindicatos acordaram, nesta quinta-feira, um aumento do salário mínimo em 33% para que ele chegue a 8.060 pesos (560 dólares) em janeiro de 2017, informou uma fonte empresarial que participou da reunião. 

O aumento do salário referencial, que até agora era de 6.060 pesos (420 dólares), será reajustado em parcelas entre junho, setembro e janeiro de 2017.

"É um bom acordo, porque para o setor empresarial não é uma coisa grave e dá um piso aceitável para o salário mínimo", afirmou Osvaldo Cornide, presidente da Confederação Argentina das Médias Empresas ao deixar a sede do governo. 

O seguro desemprego, defasado em relação aos salários de 2016, também será reajustado, de 400 pesos (27,7 dólares) para 3.000 pesos (208 dólares). 

Argentina passa por uma alta inflação, de quase 20% acumulada em 2016, sentida principalmente na cesta básica.

Ruas de Acopiara serão pavimentadas com asfalto", anuncia Dr. Vilmar


O prefeito de Acopiara, Dr. Vilmar (PDT) se reuniu na manhã de hoje (20) com o gerente do 9° Distrito Operacional do DER em Iguatu, José Edvan Teixeira Lima e com o empresário Antonio Luiz Teixeira Pinheiro, e definiram uma parceria que vai culminar com a pavimentação asfáltica de várias ruas da sede urbana de Acopiara. 


Os trechos contemplados não foram divulgados pelas autoridades. A pavimentação deve começar no decorrer da semana que entra. A grande meta do prefeito Dr. Vilmar (PDT) é dotar todas as ruas de Acopiara de pavimentação asfáltica num prazo de 3 anos.

Corpo crivado de balas é encontrado dentro de um saco em meio ao lixo


A Polícia não identificou, ainda, o corpo encontrado na manhã desta quinta-feira (19) dentro de um caso plástico, jogado em meio a um lixão na esquina da Avenida Senador Robert Kennedy com a Rua Cândido Castelo Branco, na Comunidade do Gueto (zona Oeste de Fortaleza). 

Segundo a Perícia Forense do Estado (Pefoce), tratava-se de um jovem que foi atingido por, pelo menos, quatro tiros, sendo dois na cabeça e outros dois no pescoço. Segundo o perito criminal Paulo Cunha, o assassinato não aconteceu no local onde o corpo foi deixado pelos assassinos e, provavelmente, aconteceu numa praia, já que no corpo havia areia. 

Policiais do 33º DP (Goiabeiras) estão trabalhando no caso com o apoio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Muitas pessoas estiveram no local do crime, mas nenhuma fez o reconhecimento da vítima. 

A “desova” teria acontecido, provavelmente, na madrugada de quinta-feira, já que o corpo foi achado por volta de 9 horas por estar exalando um forte mau-cheiro, fato que despertou a curiosidade de um caminhoneiro que havia estacionado sua carreta ali perto para desembarcar material para uma indústria de calçados. 

Esta não é a primeira vez que corpos mutilados ou ensacados são encontrados nas ruas da Barra do Ceará. No ano passado foram, pelo menos, dois episódios e, em ambos, as vítimas foram decapitadas.