Rádio Líder FM Online de Acopiara

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Bancos propõem reajuste de 8% e greve dos bancários pode acabar nesta quinta-feira

Após 31 dias de paralisação, a greve dos bancários pode acabar nesta quinta-feira, 6 de outubro. Em reunião com a categoria na noite de ontem, quarta-feira, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) propôs aos trabalhadores um reajuste nominal de 8% nos salários e abono de R$ 3,5 mil. 

Os empregados vão se reunir nesta quinta-feira, às 17 horas, em assembleia geral para avaliar a proposta e decidir os rumos do movimento. O Comando Nacional dos Bancários vai indicar aprovação da negociação e o fim da greve, segundo nota do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região. 

Além do reajuste e do abono, os bancos ofereceram reajuste de 10% no vale refeição e no auxílio creche-babá e 15% para o vale alimentação. Em 2017 haveria a correção integral no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado, com aumento real de 1% em todos os salários e demais verbas. 

Um balanço divulgado pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região afirma que 42 mil trabalhadores participaram das paralisações durante o período de greve na área de abrangência da entidade, atingindo 727 locais de trabalho, sendo 24 centros administrativos e 703 agências fechados na quarta-feira.

Vitoriosos nas urnas em 145 cidades estão com registro indeferido no país

Um levantamento feito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aponta que 145 candidatos mais votados para prefeito estão com o registro indeferido e não sabem se serão empossados no dia 1º de janeiro. A definição de quem será o prefeito dessas cidades depende da Justiça Eleitoral. 

Além desses municípios, em que não há possibilidade de 2º turno, outros quatro com mais de 200 mil eleitores também estão com a situação indefinida: Belford Roxo (RJ), Montes Claros (MG), Nova Iguaçu (RJ) e Taubaté (SP). Nesses casos, os inderefidos aguardam para saber se disputarão o segundo turno. Leia mais O número é maior que o registrado em 2012, quando 122 cidades ficaram com a situação indefinida após o término do 1º turno. 

Os 146 candidatos que venceram, mas aparecem com os votos zerados, concorreram com seus registros de candidatura indeferidos, recorrendo, à espera de julgamento na Justiça Eleitoral. São, ao todo, 1.571.121 votos invalidados desses prefeitos. 

Cinco recursos já chegaram ao TSE: de Itatinga e Quatá, em São Paulo, Aiuaba, no Ceará, Dom Pedro, no Maranhão, e Calçoene, no Amapá.

Várzea Alegre tem quase 100% de renovação na Câmara Municipal

As eleições no município de Várzea Alegre, na região do Cariri, provocou uma grande mudança na Câmara Legislativa. 

De 46 candidatos que concorreram ao cargo de vereador, 13 foram eleitos e apenas a vereadora do PCdoB Professora Dedé se reelegeu, tornando o município que teve quase 100% de renovação na Câmara Municipal da cidade. 

Várzea Alegre elegeu também, Zé Helder (PMDB) para assumir o poder Executivo da cidade. Com 13.520 votos, Zé venceu a disputa contra Homero Fiúza (SD) que obteve 9.940 votos.