Rádio Líder FM Online de Acopiara

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Caseiro mata advogado e oculta cadáver em sítio

O corpo de um advogado que estava desaparecido desde a última quarta-feira (15) foi encontrado em uma cacimba, nessa sexta-feira (17). O poço fica em frente ao sítio da vítima, localizado no Município de Aquiraz. O caseiro da propriedade e a esposa dele confessaram o homicídio e a ocultação do cadáver. Segundo informações do delegado Renê Andrade, diretor do Departamento de Inteligência Policial (DIP), os acusados afirmaram que tinham se desentendido com Aldrin Helânio Coelho Fonteles, de 49 anos. 

Em depoimento, Antônio Rodrigo de Sousa, 35, disse que o advogado chegou sozinho ao sítio por volta das 22h30 da última quarta-feira (15), onde passou a ingerir bebida alcoólica. Poucas horas depois, houve uma discussão entre os envolvidos no caso. A vítima, supostamente, teria agredido física e verbalmente o casal. Não se sabe os motivos reais da discussão, mas as informações apuradas inicialmente apontam que Aldrin era "excessivamente ciumento". 

Durante o confronto, Rodrigo de Souza e Marina Ivone Nascimento Menezes, 38, imobilizaram o advogado e o estrangularam. Logo após a vítima ficar inconsciente, os acusados tomaram posse de uma corda e o enforcaram. Certificados que o advogado estava morto, o caseiro arrastou o corpo até uma caminhoneta, que também seria de propriedade de Aldrin, e dirigiu pelas ruas próximas do loteamento Novo Iguape - área onde o sítio é localizado - no intuito de encontrar um local para ocultar o cadáver. 

Contudo, o caseiro acabou batendo o carro e, receoso de ser descoberto na rua, voltou à propriedade. No sítio, a dupla decidiu arremessar o corpo dentro do poço para escondê-lo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário