Rádio Líder FM Online de Acopiara

terça-feira, 21 de março de 2017

Frigoríficos têm queda de até 30% na venda de carnes após operação

Os consumidores fortalezenses estão mais cautelosos e receosos na hora de comprar carnes e alimentos processados, após a divulgação, na última sexta-feira, da operação Carne Fraca da Polícia Federal. Alguns frigoríficos já sentiram a repercussão da ação da PF em grandes empresas do setor na movimentação e, ainda, no caixa, registrando queda de até 30% nestes primeiros dias. Entretanto, para o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Carnes Frescas do Ceará (Sindicarnes-CE) e vice-presidente Conselho Nacional da Pecuária de Corte (CNPC), Francisco Everton da Silva, não deu para sentir uma redução na procura pela carne. Mas se houver deve ser algo em torno de 5%, estima. 

Já o vice-presidente da Associação Cearense de Supermercados (Acesu), Nidovando Pinheiro, disse que ainda não tem como quantificar nenhuma queda nas vendas nos supermercados. "Por enquanto, eles não registraram grandes impactos. A previsão é que entre 10 e 15 dias nós já tenhamos como medir isso", comenta. 

Nidovando afirmou que é possível que os supermercados apontem efeitos nas vendas. Entretanto, ele amenizou o tamanho da possível queda na comercialização. "Os consumidores estão mais cautelosos, perguntam a procedência e a marca do produtos, mas não deixam de comprar", garante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário