Rádio Líder FM Online de Acopiara

terça-feira, 7 de março de 2017

Suspeita de casos de virose da mosca e dengue cresce em Catarina

Diarreia, vômito, febre, dor de cabeça e dores musculares. São esses os sintomas de dezenas de pacientes que lotam o Hospital Municipal de Catarina, Dr. Gentil Domingues, em busca de atendimento médico. A secretária municipal de Saúde de Catarina, Valéria Rodrigues Cavalcante, disse que esses sintomas levam a crer que sejam causados pela virose da mosca. Para evitar a doença, a secretária diz que todos devem lavar bem as mãos e os alimentos antes de comer, e conservá-los na geladeira, manter a higiene de casa e beber muita água. 

A Prefeitura de Catarina, a Secretaria Municipal de Saúde e a direção do Hospital Municipal de Catarina reforçaram a equipe médica, de enfermagem e demais profissionais para o atendimento no setor de emergência. 

Para o coordenador municipal de Endemias, os casos suspeitos de dengue, chikungunya e zika quadruplicaram no último mês em Catarina, afirma Agapito Neto. 

Caso suspeito é todo aquele que apresente febre seguido de dois ou mais sintomas: náuseas, vômitos, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores nas articulações, dores no corpo, manchas no corpo. Fortes dores articulares com febre sugerem chikungunya. Manchas no corpo que coçam, e febre baixa sugerem zika. 

O tratamento de ambas as viroses é semelhante, e salvo, exceto as pessoas que tenham alergia, constitui-se em repouso, ingestão de três a cinco litros de água ao dia, medicações para alívio da febre e da dor: dipirona e/ou paracetamol.

Diário Centro Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário