Rádio Líder FM Online de Acopiara

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Alunos aprovados no Enem vão ganhar bolsa de R$ 937

Concluir o Ensino Médio e ingressar na Universidade é o início de uma nova etapa que possibilita a construção de um futuro promissor. No entanto, muitos estudantes com baixa renda familiar encontram dificuldades para que o sonho de assumir um curso de graduação seja concretizado. Com base nessa realidade, o governador Camilo Santana lançou, na manhã de ontem, o 'AvanCE - Programa Bolsa Universitário', durante cerimônia no Centro do Eventos do Ceará. O projeto vai ofertar mil bolsas, no valor de R$ 937, no período de seis meses, para alunos da rede pública aprovados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com nota de corte igual ou superior a 560 pontos. 

Também como critério utilizado na seleção para concorrer à bolsa, o estudante deverá ter cursado ainda todo o Ensino Médio em escola pública e ser membro de família beneficiária do Bolsa Família. O projeto vale para alunos com resultado positivo em instituições públicas ou particulares, credenciadas pelo Ministério da Educação (MEC). Conforme aponta o titular da Secretaria da Educação (Seduc), Idilvan Alencar, o investimento estadual para esta primeira edição do programa chega a um montante de R$ 5,6 milhões, valor obtido com a soma das bolsas que serão pagas mensalmente. 

De acordo com Camilo Santana, o 'AvanCE' tem caráter retroativo, isto é, passa a valer já a partir deste semestre. Sendo assim, os aprovados no Vestibular 2017.1, serão incluídos no processo seletivo para escolha dos alunos bolsistas. "Nós não vamos melhorar o Estado, se não investirmos em oportunidades de educação para o nosso jovem", ressaltou o governador, durante pronunciamento. 

Apesar de o chefe do executivo estadual ter feito o lançamento oficial do programa e assinado a Lei que cria a bolsa universitária, a proposta ainda será apreciada na Assembleia Legislativa. Somente após a sanção da Lei, é que os estudantes poderão se candidatar por meio de edital publicado pela Seduc, ainda sem data definida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário