Rádio Líder FM Online de Acopiara

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Servidores da saúde de Acopiara exigem pagamento até sexta-feira

Os servidores da saúde do município de Acopiara, estão impacientes com a falta de compromisso do prefeito de Acopiara. 

A ex-administração deixou na conta da prefeitura o dinheiro para pagar os servidores e até agora o bigodinho não efetuou o pagamento.

Em contato com o blog, alguns servidores deixaram claro que se o pagamento não for efetuado até a próxima sexta-feira(13), os mesmos pararão as atividades.

 É o novo tempo que chegou para Acopiara.

Prefeito Luna Neto quer acelerar obras de ginásios em seu município

O prefeito de Jucás (CE), Luna Neto (PDT), continua trabalhando muito para tornar o seu município um dos melhores em qualidade de vida na região centro sul do Ceará. 

No último final de semana o gestor se reuniu com o titular da Construtora EMA, Dr. Edilson, objetivando agilizar o andamento das obras de construção das quadas poliesportivas da vila Mel, Jurema e da escola Áurea Leal. O engenheiro acopiarense, Emídio Calixto também participou da reunião. 

A meta do prefeito Luna Neto é inaugurar essas obras durante o mês de julho. Ele acredita que com a entrega desses benefícios a população jovem de Jucás (CE) vai ter mais oportunidades de uma vida melhor a partir da prática do esporte.

ACOPIARA: A piada do dia vem do blog do assessor do prefeito

Uma tremenda piada, é o que se pode dizer dessa postagem do assessor do prefeito. Vale lembrar que esses 500 atendimentos, foram de pessoas que tiveram promessas de emprego e que agora descobriram que foram enganadas.

Na primeira semana do bigodim, o que se ver é muito lixo nas ruas, hospitais sem médicos, PSFs fechados, animais soltos nas ruas, praças abandonadas, servidores da saúde sem receberem seus vencimentos referente a dezembro e o bigodim escondido em Fortaleza.

Realmente é recorde em Acopiara, essa primeira semana de administração.

Contribuinte sofrerá com série de altas nas contas em 2017

Para que o reajuste do salário mínimo a ser pago neste fim de mês não desperte nenhuma empolgação, 2016 se foi avisando das altas nos preços de produtos e serviços básicos já no primeiro mês do ano. Resta ao cidadão organizar as contas e ficar atento aos gastos supérfluos e às obrigações, pois a carestia deve dificultar a quitação dos compromissos, aqueles que permanecem e os que estão por vir. 

Janeiro chegou com alta no diesel da ordem de 6,1% nas refinarias, que está chegando às bombas dos postos cearenses aos poucos. Segundo a Petrobras, se o reajuste for integralmente repassado ao consumidor final, o combustível pode subir 3,8% ou cerca de R$ 0,12 por litro, em média. 

A majoração deve também refletir no frete de produtos, já que a maior parte é transportada por via rodoviária em veículos movidos a diesel. 

Telefonia 

Na lista de aumentos está definido o da telefonia móvel pós-paga, cuja taxa de assinatura básica de uma das maiores operadoras do Estado deve saltar 45% também neste mês. Decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que as empresas de telefonia fixa e móvel recolham o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o valor da assinatura básica mensal. 

Material escolar 

Os pais que têm filhos em idade escolar, sofrerão com uma alta de material escolar já anunciada. Isso porque a Associação Brasileira dos Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares e de Escritório (Abfiae) afirmou que a expectativa é de um reajuste entre 5% e 10%. A justificativa para a margem além da inflação, que deve fechar o ano por volta dos 7%, deve-se, de acordo com a Abfiae, às matérias-primas como o papel, que subiu 22%. Os livros didáticos normalmente também são majorados no começo de cada calendário escolar.

PMs fazem ação para lotar delegacias em protesto contra Governo do CE

Parte dos policiais militares do Ceará realizaram uma operação visando lotar as delegacias plantonistas de Fortaleza e de cidades do interior do estado. A ação, chamada "Tolerância Zero", tem como objetivo pressionar o Governo do Estado pelo aumento da proposta de reajuste salarial da categoria, que foi enviada à Assembleia Legislativa do Estado no dia 30 de dezembro. 

Durante a operação, os agentes de segurança coibiram todo e qualquer tipo de infração penal, fazendo que os suspeitos fossem levados para as delegacias para registro de ocorrência. Com isso, diversos carros de polícia ficaram estacionados nas delegacias aguardando que as ocorrências fossem finalizadas. 

Na Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), por exemplo, uma adolescente foi conduzido após ser flagrado caçando pássaros na fauna silvestre. Foi realizado o procedimento policial na delegacia e em seguida o menor foi liberado. Em outra unidade policial, no interior do estado, um homem foi capturado com um galo de briga. 

A operação foi convocada por líderes de associações e sindicatos dos policiais militares. O movimento teve início às 18h e foi marcado para terminar às 23h59h deste domingo (8). 

Proposta de reajuste 

O governador do Ceará, Camilo Santana, enviou uma mensagem à Assembleia Legislativa no dia 30 de dezembro, propondo equiparar a remuneração dos agentes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do estado à média salarial do Nordeste. A equiparação do salário dos agentes de segurança pública do Ceará à média do Nordeste foi uma das propostas de campanha de Camilo Santana nas eleições de 2014.

INSS retoma pente-fino no próximo dia 16

A partir do dia 16 de janeiro, reinicia o pente-fino dos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). No total, serão chamados 530 mil beneficiários com auxílio-doença que estão há mais de dois anos sem perícia. A convocação será feita por meio de carta com aviso de recebimento. 

O Programa de Revisão dos Benefícios por Incapacidade foi autorizado pela Medida Provisória 767, publicada nessa sexta-feira (6) em edição extra do Diário Oficial da União. 

Já na próxima semana, será realizado o levantamento dos dados dos segurados cujos benefícios serão revisados e reconfigurado o agendamento das perícias nas agências da Previdência Social. 

Após receber o comunicado, o segurado terá cinco dias úteis para agendar a perícia pelo número 135. O beneficiário que não atender a convocação ou não comparecer na data agendada terá o benefício suspenso. Para reativar o auxílio, ele deverá procurar o INSS e agendar a perícia. 

Na data marcada para a realização da avaliação, o segurado deve levar toda a documentação médica como atestados, laudos, receitas e exames.