Rádio Líder FM Online de Acopiara

domingo, 15 de janeiro de 2017

ARTIGO

É SEMPRE ASSIM......

De quatro em quatro anos temos o desprazer de presenciar o chororô de prefeitos eleitos para governar os mais de 5 mil municípios brasileiros. Uns, para tentar fazer anarquismo e propaganda política fora de época contra os antecessores (adversários políticos), experimentam das mais manjadas táticas, de expor o patrimônio do município em praça pública, com veículos inservíveis. Nas redes sociais, a mesma coisa. Armados ainda com o espírito do politicamente correto pregado durante a campanha eleitoral simulam cenas de desmandos administrativos, postam fotos na internet de objetos e cenários escolhidos de forma proposital, numa espécie de lavagem cerebral para as mentes limitadas pelo imaginário do quanto pior melhor. Alguns fazem até mágicas, quando conseguem fazer com que os saldos das contas bancárias das prefeituras desapareçam. Outros criam situações mais extremas, como por exemplo, decretar estado de calamidade financeira no município, para com isso, abrirem brechas para a gestão efetuar compras sem o devido processo de licitação, assinar contratos com empresas de coleta de lixo, comprar medicamentos e insumos sem a devida transparência, e, além do mais, atrasar o pagamento do funcionalismo público, ou usar o referido "estado de calamidade" para negar emprego para aquelas pessoas pelas quais serviram de cabo eleitoral durante a campanha. Engraçado, entra ano, sai ano, a grande mídia informando que os municípios vivem momentos de verdadeira calamidade, e o sujeito vende até a alma ao diabo para sentar na cadeira de prefeito, e depois que assume vem com lenga-lenga de dizer que não sabia que o seu município passava por dificuldades financeiras. E aí, não tendo como justificar um futuro fracasso, põe a culpa no seu antecessor. É muito engraçado mesmo! Vão trabalhar que é melhor.

Luiz Vaconcelos

Homem é preso após roubar saco com feijão no Ceará

Um homem foi preso na cidade de Aracati, no litoral leste cearense, após roubar um saco com 60 quilos de feijão na tarde da última sexta-feira (13). 

De acordo com a Delegacia Regional de Aracati, a mercadoria foi avaliada em cerca de R$ 450. O suspeito cometeu o furto no Mercado Público da Cidade. 

O homem foi autuado em flagrante e encaminhado para a delegacia para prestar esclarecimentos. Em seguida, ele foi encaminhado para a cadeia pública da cidade.

Profetas da Chuva preveem chuvas dentro da média para 2017

Terminou neste sábado (14) mais uma edição dos Profetas da Chuva. O encontro aconteceu no auditório do Instituto Federal do Ceará (IFCE). De acordo com a organização 21 profetas participaram desta edição e, se eles estiverem certos, o ano de 2017 deve apresentar chuvas dentro da média. 

As previsões foram feitas para um público de quase 600 pessoas que lotou o auditório do IFCE. A plateia ficou entusiasmada com as previsões que reacendiam a esperança do cearense, que já há cinco anos, sofre com a falta d’água, um fator que tem elevado os prejuízos no Estado, como a seca dos açudes e a morte dos mananciais hídricos.

Cada profeta levou seu instrumento, colhido através do trabalho em campo de observação na natureza, para comprovar o que dizia. Restos do formigueiro, pedaços de árvores tradicionais da vegetação cearense, ninho do João de Barro, entre outros.

Rebelião em presídios do Rio Grande do Norte deixa ao menos 10 mortos

Uma rebelião que teve início na tarde deste sábado nas penitenciárias estaduais de Alcaçuz e Rogério Coutinho Madruga, que são vizinhas, em Nísia Floresta, na região metropolitana de Natal (RN) deixou pelo menos dez mortos, segundo o governo local, que acredita que o número deve aumentar. O coordenador de administração penitenciária do estado, Zemilton Silva, afirmou que pelo menos três presos foram decapitados. 

O motim no Rio Grande do Norte é mais um capítulo da crise do setor penitenciário, que já teve rebeliões em cadeias do Amazonas e de Roraima. 

O secretário de Justiça e Cidadania do governo estadual, Wallber Virgolino, afirmou no início da noite que a situação era crítica mas que a Polícia Militar estava retomando o controle do presídio. Segundo ele, os policiais já haviam conseguido entrar na penitenciária, mas havia espaços dentro do local que ainda estavam sobre o controle dos presos.

Prêmio da Mega-Sena acumula e pode chegar a R$ 25 milhões

Ninguém acertou os números do sorteio 1.894 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (14). O sorteio ocorreu em Belém (PA). 

Veja as dezenas sorteadas: 21 – 31 – 35 – 53 – 54 - 57. 
 
A quina teve 37 apostadores, que irão levar R$ 56.148,15 cada e quadra irá pagar R$ 1.074,91 a 2.761 premiados. 

 O valor estimado para o próximo sorteio, que acontece na quarta-feira (18), é de R$ 25 milhões.