Rádio Líder FM Online de Acopiara

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Em caso semelhante ao da vereadora Marli de Acopiara, justiça cassa mandanto de vereadora em Fortaleza

A Justiça Eleitoral determinou a cassação do mandato da vereadora Lucimar Vieira Martins, mais conhecida como Bá (PTC). Atendendo a pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE), a parlamentar foi condenada por compra de votos. As provas foram coletadas após uma operação de busca e apreensão no comitê da candidata no dia 28 de setembro do ano passado. A vereadora também foi condenda a pagar R$20 mil e a não poder concorrer a cargo eletivo pelos próximos oito anos. Cabe recurso. 

De acordo com a acusação, após uma denúncia de que integrantes do comitê de Bá estariam recrutando cabos eleitorais para fazer boca de urna no dia da eleição - o que é ilegal - em troca de R$100, foram encontrados também indícios de compra de votos. De acordo com Emmanuel Girão, promotor e integrante do centro de apoio operacional eleitoral do Ministério Público do Ceará (MPCE), havia diversos cadernos com nomes de eleitores anotados, além do número do título de eleitor, zona e sessão eleitorais. Ao lado, estariam anotados o que o MPE e a Justiça entenderam como o preço do voto. Eram principalmente indícios de pagamentos de contas de água e de luz, além da indicação de marcação de consultas. 

"Há que se considerar, no presente caso, a constatação inequívoca e incontroversa do ilícito, objeto de farta prova documental, que sinaliza, de modo flagrante, para as irregularidades ocorridas no comitê de campanha eleitoral da candidata representada, através de ilegalidades e abusos na prática de captação fraudulenta de votos", afirma o juiz José Ricardo Vidal Patrocínio, titular da 118ª zona eleitoral. 

O magistrado ainda relata tentativa de destruição de provas por parte de membros do comitê eleitoral de Bá. Os referidos teriam tentado livrar-se de evidência arremessando-os sobre o muro até o terreno vizinho ao comitê. "Notório que essa prática, tanto de compra de votos, como de ocultação de provas, beneficiava diretamente a candidata, não sendo absolutamente crível que a representada não tivesse conhecimento de todos esses fatos que resultaram na consumação ou prática do ilícito eleitoral no ambiente de seu próprio comitê". 

A decisão com a cassação de Bá deve ser publicada no Diário Oficial da Justiça na segunda-feira, quando passará a ter validade. Entretanto, de acordo com Emmanuel Girão, em virtude da minirreforma eleitoral aprovada em 2015, um eventual recurso da vereadora terá efeito suspensivo. Isto é, caso ela questione a decisão junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), terá direito a continuar exercendo seu mandato até uma decisão da corte.

Blog do assessor do prefeito de Acopiara posta desculpa esfarrapada


Na tentativa de explicar o sumiço do gestor de Acopiara, o assessor da prefeitura posta em seu blog uma desculpa no mínimo infantil.

A população reclama falta de compromisso do alcaide acopiarense, pois o mesmo praticamente estar morando em Fortaleza.

ACOPIARA: Comentários da cidade

O que se comenta na cidade de Acopiara, é o afastamento do prefeito por até 4 meses. Isso estaria acontecendo porque o mesmo teria que cuidar de problemas de saúde. 

Em virtude desse afastamento, a Vice-prefeita, deveria assumir o lugar do alcaide, visto que a mesma é a substituta do prefeito municipal em caso de ausência por licença ou outro impedimento. Porém o que se comenta é que o presidente da Câmara Municipal de Acopiara, Cicinho de Otaviano, irá assumir essa função. 

Como isso irá acontecer ninguém sabe, mas é o que se comenta nos quatro cantos da cidade. 

Será que vai ser assim?

Enel corta energia de sete prefeituras no Ceará por falta de pagamento

A Enel, distribuidora de energia no Ceará, suspendeu o fornecimento de energia para unidades da prefeitura de sete cidades do estado: São Benedito, Independência, Novo Oriente, Caridade, Tabuleiro do Norte, Saboeiro e Limoeiro do Norte. De acordo com a empresa, os municípios estão em débito. 

Ainda segundo a empresa, a suspensão do abastecimento de energia ocorreu apenas a tentativa de negociar o débito em várias ocasiões. O corte foi realizado em 31 unidades dos sete municípios. 

Unidades municipais que exercem serviços essenciais, como hospitais e postos de saúde, não foram afetados pelo corte. 

"Todos os cortes foram precedidos de notificações de corte, cumprem rigorosamente a resolução 414 da Aneel e ocorrem em unidades consumidoras que não prestam serviços essenciais", diz a empresa em nota.

ISSO É UMA VERGONHA: Petrobras reduz 2 centavos no litro da gasolina

A Petrobras anunciou, na tarde desta quinta-feira (26), a redução no preço do diesel nas refinarias em 5,1%, em média, e da gasolina em 1,4%, em média. Os novos valores passam a ser aplicados a partir dessa sexta-feira (27). Segundo a empresa, a cada 30 dias é realizada uma revisão nos preços. 

Segundo a estatal, a medida é um efeito da valorização do real desde a última revisão de preços por ajustes na competitividade no mercado interno e pela redução dos preços dos derivados nos mercados internacionais, especialmente do diesel, que registrou uma elevação de estoques em função de um inverno menos rigoroso que o inicialmente previsto no hemisfério norte. 

Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas pela Petrobras nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de combustíveis, especialmente distribuidoras e postos revendedores. 

Se o ajuste feito hoje for integralmente repassado e não houver alterações nas demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o diesel pode cair 2,6% ou cerca de R$ 0,08 por litro, em média, e a gasolina, 0,4% ou R$ 0,02 por litro, em média.