Rádio Líder FM Online de Acopiara

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Vereador de Acopiara hoje enxerga que adutora do Trussu funciona

O assessor da prefeitura Municipal de Acopiara, postou uma informação em seu blog um tanto quanto curiosa.

Eles diziam que a adutora construída pela gestão passada em menos de 60 dias, nunca trouxe uma gota de água para nossa cidade.

Pois agora o "assessor" publicou uma nota do vereador Vicente Júnior, mostrando que  a adutora está com vazamento.

Já que reconheceram que a adutora existe, só falta agora ter hombridade de agradecer ao ex-prefeito por essa obra que salvou a população de Acopiara de um colapso total de água.

Agradecer não é feio, feio é mentir.

Enquanto população sofre, prefeito de Acopiara esbanja em Fortaleza

Enquanto a população sofre com falta de médicos nos hospitais e postos de saúde, com falta de medicamentos nos PSFs, com  falta de emprego e com o descaso em Acopiara, o prefeito António Almeida, continua descansando em Fortaleza. 

O bigodim foi flagrado mais uma vez em um dos melhores restaurantes de Fortaleza, propício para o descanso, bebendo e se divertindo sem se importar com o sofrimento do povo acopiarense. 

É um absurdo as pessoas estarem morrendo a míngua e o prefeito não se sensibiliza com isso.

Lamentável.

Prefeito de Acopiara promete topik e entrega pau de arara aos estudantes

A Secretaria da Educação de Acopiara deve aumentar a dose de cuidado em relação aos transportes de estudantes no município. 

Os relatos com fotos que chegam das mais variadas partes da cidade apontam uma realidade completamente diferente do que está sendo divulgado nos meios de comunicação ligados ao atual prefeito de Acopiara. 

Denúncia que chega da Vila Belo, aponta que o transporte que leva os alunos para a escola está representando um verdadeiro perigo para as crianças. Algumas delas andam depuradas nos veículos aumentando ainda mais a possibilidade de acidente.

Projeto permite mulher faltar ao trabalho durante período menstrual

A Câmara dos Deputados analisa proposta que permite a mulher se afastar do trabalho por até três dias ao mês durante o período menstrual. Nesses casos, poderá ser exigida a compensação das horas não trabalhadas, para que não haja prejuízo para a empresa.

A medida está prevista no Projeto de Lei 6784/16, do deputado Carlos Bezerra (PMDB-MT), que acrescenta um artigo à Consolidação das Leis do Trabalho (CLT – Decreto-Lei 5.452/43), na parte que trata do trabalho da mulher. 

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Defesa dos Direitos da Mulher; de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Seca que afeta o Ceará há 5 anos deve se agravar até abril

A seca na região Nordeste, que já dura cinco anos, pode se agravar ainda mais entre fevereiro e abril, conforme prognóstico do Grupo de Trabalho em Previsão Climática Sazonal do Ministério da Ciência Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). 

Segundo estudo do ministério, a probabilidade de chover menos que previsto para o período é de 40%. Já as chances de chuva acima do normal são de apenas 25%. Segundo o meteorologista Marcelo Seluchi, se as chuvas ficarem entre a média histórica ou até 30% abaixo dela, a situação da maioria dos reservatórios de água da parte norte do Nordeste não terá recuperação significativa nos meses de fevereiro, março e abril, considerada a estação chuvosa do semiárido.

"Isso implicará em severos impactos na agricultura e na pecuária e no abastecimento de água para a população", declarou Seluchi. 

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), já havia divulgado uma previsão semelhante em janeiro. Segundo o órgão, a maior probabilidade (40%) é de que o volume de chuva fique próximo à média histórica, que é de 800 milímetros durante o ano. 

A última vez que choveu acima disto foi em 2011, quando a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) anotou 1.034 milímetros no acumulado de 12 meses. Em 2016, a Funceme havia divulgado 65% de chances de chuva abaixo da média para os mesmos meses.

Internauta usa Rede Social para cobrar promessas feitas pelo prefeito de Acopiara

Enquanto o prefeito de Acopiara, continua descansando em Fortaleza, a população continua a cobrar cumprimento das promessas feitas em palanque.


Bloco de oposição é formalizado na Assembleia Legislativa

Foi formalizado nesta terça-feira, 7, na Assembleia Legislativa do Ceará, o bloco partidário com deputados integrantes do PMDB, PSD e PMB, que fará oposição ao governo de Camilo Santana (PT). O bloco conta com 11 deputados estaduais. Um documento formalizando a iniciativa foi entregue ao presidente da Casa, deputado Zezinho Albuquerque (PDT). 

Conforme o texto de justificativa, o bloco foi deliberado pelas executivas regionais das três siglas partidárias, na forma de seus estatutos, e subscrito pelos seus presidentes: Eunício Oliveira (PMDB), Domingos Neto (PSD) e Patrícia Aguiar (PMB). 

O líder e vice-líder do bloco não foram definidos. O PMB e o PSD formavam um bloco na Casa, mas integravam a base do governador. O lançamento do deputado Sérgio Aguiar apoiado pelo grupo de Domingos Filho, causou o rompimento deste com o atual governador e com os irmãos Ferreira Gomes. O deputado Zezinho Albuquerque era o candidato de situação. 

Desde então, os dois grupos vem disputando rounds de uma luta partidária de olho em 2018. Na primeira batalha o Governador e os irmãos Ferreira Gomes venceram com a aprovação da extinção do TCM pela Assembleia, no apagar das luzes de 2016. 

Já neste ano, o conselheiro Domingos Filho, eleito para presidir aquela corte de contas, foi ao STF e conseguiu uma liminar que suspendeu a extinção do órgão. Os deputados prometem apresentar novo projeto na Assembleia, mas o deputado federal Moses Rodrigues, com apoio do presidente do Senado, Eunício Oliveira, apresentou um projeto na Câmara dos Deputados proibindo a extinção de cortes de contas no Brasil.

Mulher é presa cultivando maconha em jardim de casa em Fortaleza

Uma mulher foi presa cultivando maconha em um jardim na própria casa, no Bairro Parangaba, em Fortaleza. Na casa da suspeita foram apreendidas plantas da droga, munições e cartões clonados. O marido da presa é procurado pela polícia. 

Segundo a Polícia Civil, a mulher foi presa em flagrante após uma denúncia anônima. Ao entrarem na casa da suspeita, os policiais localizaram quatro pés de maconha, 14 cartões de crédito sem identificação e 73 munições. 

A suspeita foi levada para a sede do 5º Distrito Policial, onde foi autuada em flagrante por posse ilegal de drogas e de munições, além de falsificação de documento particular. 

Em depoimento, a mulher afirmou que a maconha é de propriedade de seu companheiro, que já responde por quatro procedimentos policiais por homicídio. Ela afirmou ainda que ele possui uma arma, mas disse que desconhecia que dentro do seu guarda-roupa existiam as munições. 

Conforme o delegado Renê Andrade, titular 5º DP, as investigações prosseguem no sentido de elucidar outros crimes praticados pelo casal. "Existe a suspeita que o casal seja envolvido em crimes de estelionato, até pelo vasto material encontrado na residência deles", afirmou o delegado.

Homem é preso suspeito de matar esposa a golpes de machado no CE

Um homem 53 anos foi preso em flagrante por suspeita de matar a esposa, de 70 anos, na cidade de Missão Velha, no interior do Ceará, nesta terça-feira (7). 

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o suspeito matou a companheira a golpes de machado. A equipe da Polícia Militar foi até a residência do casal, na localidade de Sítio Saco, após os vizinhos denunciarem o crime. 

A vítima, que era aposentada, ainda foi levada viva para o Hospital Santo Antônio, no município de Barbalha, porém morreu na unidade de saúde.

54% das prefeituras do Ceará não atendem a critérios de transparência

Das 184 prefeituras do Ceará, 101 (54%) não cumprem medidas de transparência em portais na internet. Além das sedes do poder executivo, 96 sites da Câmara Municipal não têm os critérios mínimos exigidos pela lei de gestão fiscal, de acordo com o Tribunal de Contas dos Municípios. 

A Lei dispõe sobre os procedimentos a serem observados pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios, com o fim de garantir o acesso a informações e uma gestão transparente da informação. Criada em novembro de 2011, a Lei Complementar 131/2009 altera a redação da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) no que se refere à transparência da gestão fiscal. 

No Ceará, as administrações considerados mais transparentes são as de Aratuba, Caririaçu e São João do Jaguaribe e o Governo do Estado – todos com nota 10 na avaliação. Fortaleza, que apareceu em dezembro como o município de maior transparência das contas públicas, dessa vez ocupa a 8º posição entre os municípios cearenses e a 9ª posição no ranking estadual, que inclui o Governo do Estado. 

Os piores desempenhos na avaliação de transparência ficaram com os municípios de Mulungu, Itapiúna, Assaré e Abaiara, que obtiveram nota 0 (zero). A lista dos dez municípios menos transparentes é completada por Saboeiro, Pereiro, Potiretama, Varjota, Quixadá e Limoeiro do Norte.