Rádio Líder FM Online de Acopiara

terça-feira, 14 de março de 2017

Continua onda de assaltos em Acopiara

Essa segunda-feira dia (13), Acopiara voltou a ser palco de mais um assalto. Por volta de 14h30min, a Polícia Militar foi informada de um roubo a comercio ocorrido, na Rua Alfredo Pereira, vila São João, mais precisamente no Mercadinho. 

A Policia se deslocou a citada rua e segundo a vítima o Sr. Irismar, dois indivíduos desconhecidos e armados com uma arma de fogo chegaram ao estabelecimento e anunciaram um assalto e logo se evadiram levando um aparelho celular Nókia e R$ 20,00 em dinheiro. 

Durante a ação foram os acusados efetuados dois disparos com arma de fogo, porém ninguém foi ferido. 

A população de Acopiara está apavorada em virtude de tantos assaltos e o medo toma conta de todos que pedem providência das autoridades.

Ceará deve receber chuvas em todo o estado na terça e quarta, diz Funceme

O Ceará deve continuar recebendo chuvas em todas as regiões nesta terça (14) e quarta-feira (15), segundo previsão da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) elaborada nesta segunda-feira (13). 

Na terça, conforme o órgão, deve ocorrer nebulosidade variável com chuvas em todas as regiões ao longo do dia. Para a quarta, a previsão é de nebulosidade variável com possibilidade de chuvas em todo o estado. 

Nesta segunda-feira, choveu em 111 dos 184 municípios do Ceará, de acordo com a Funceme. A maior precipitação ocorreu em Bela Cruz, que registrou 87 milímetros de chuvas. Também houve chuvas fortes em Pires Ferreira (66 mm), Granja (58 mm), Orós (55 mm) e Lavras da Mangabeira (52 milímetros). 

Essa nebulosidade está associada a um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis, sistema de baixa pressão atmosférica e circulação horária a aproximadamente 12 quilômetros de altura.

AMC inicia fiscalização de infrações por videomonitoramento em Fortaleza

A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) começou nesta segunda-feira (13) a multar infrações de trânsito flagradas por meio de câmeras de videomonitoramento instaladas em avenidas de Fortaleza. 

A fiscalização será realizada com base nas imagens geradas pelo Controle de Tráfego em Área de Fortaleza (CTAFOR), localizado nas dependências da AMC. A fiscalização através dessa nova ferramenta tecnológica inicia-se nos cruzamentos da Av. 13 de Maio com Universidade; Av. 13 de Maio com Senador Pompeu; Av. Bezerra de Menezes com Olavo Bilac; Av. Presidente Castelo Branco com Jacinto Matos. 

A AMC esclarece que os condutores flagrados nas imagens geradas pelo CTAFOR poderão punidos por diversos tipos de infrações, como dirigir falando no celular, não uso do cinto de segurança e não uso do capacete. As imagens não captam excesso de velocidade nem infrações que precisam da abordagem do agente de trânsito. 

Ao todo, 41 cruzamentos serão fiscalizados à medida que for implantada a sinalização. Estes locais já estão devidamente sinalizados, alertando que o condutor redobre a atenção.

Parte do corpo da mulher é encontrado e motorista se apresenta

O suspeito de atropelar e matar a empregada doméstica Francisca Sulamita dos Reis Marques, 52, se apresentou no 6ºDP (Messejana), na tarde de ontem. Ele assumiu o crime e revelou o local onde teria ocultado parte do cadáver da vítima, na Rua Isabel Sales, no bairro Pedras. O veículo que o estudante Marluan Teixeira Freire, de 23 anos, dirigia foi localizado e apreendido pelo Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIP), horas antes de ele se apresentar. 

Sulamita Marques morreu ao ser atropelada por um veículo em alta velocidade, na BR-116, na noite de sexta-feira (10). Com o impacto, o corpo da mulher foi desmembrado. Apenas a parte inferior, da cintura para baixo, foi encontrada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Desde então, a Polícia Civil procurava a outra parte do cadáver. 

De acordo com o diretor do DIP, delegado Renê Andrade, a parte que estava desaparecida caiu dentro do veículo, após o atropelamento, e Marluan Teixeira a levou até a oficina do seu pai, localizada no bairro Paupina, onde envolveu o cadáver com um saco e um pano e o despejou na Rua Isabel Sales. A Polícia Civil investiga se familiares do suspeito o ajudaram na ocultação do corpo. 
O restante do corpo de Sulamita foi encontrado já em estado de putrefação e foi removido pela Perícia Forense do Ceará (Pefoce), que o levou em seguida para a Coordenadoria de Medicina Legal (Comel). Familiares acompanharam a remoção emocionados. "É uma perda difícil. É doloroso ver os filhos, além de perder a mãe, ainda ter que procurar pelo corpo. A gente nem consegue sentir nada por essa pessoa [suspeito]. O que a gente quer é dar um enterro digno para ela", disse uma parente, que preferiu não se identificar.
A primeira parte do corpo da vítima foi encontrada logo após o acidente. A família buscava do tórax e a cabeça para realizar o sepultamento.

 "O objetivo da Polícia Civil era fazer o pleno esclarecimento desse fato lamentável com essa senhora, localizando e identificando o autor do delito, apreendendo o veículo e localizando também o corpo, para que ela pudesse ter um sepultamento digno", afirmou o diretor do DIP.

Quase 70 mil eleitores no Ceará poderão ter o título de eleitor cancelado

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) confirmou que 69.739 eleitores no Ceará poderão ter seus títulos cancelados, porque não votaram nem justificaram a ausência nas últimas três eleições. Os cidadãos nesta condição precisam comparecer aos cartórios das zonas eleitorais, em todo o estado, para regularizar a situação até o dia 2 de maio. 

Só em Fortaleza são 28.136 títulos; em Caucaia, 3.855 e em Juazeiro do Norte, 1.301 eleitores. O total de títulos passíveis de cancelamento em todo o país é 1.961.530. 

Para regularizar as pendências, o eleitor deverá apresentar documento com foto que comprove sua identidade, título eleitoral e comprovantes de votação ou de justificativa. Se não possuir, deve pagar a multa ou solicitar a dispensa de recolhimento, para os casos previsto em lei. A situação eleitoral pode ser consultada pelo sitio do TRE na Internet ou Disque Eleitor, através do telefone 148. 

Consequências do cancelamento 

O cidadão que não regularizar a situação do título junto à Justiça Eleitoral poderá ser impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e obter certos tipos de empréstimos e inscrição. Além disso, pode ter dificuldades para ser investido e nomeado em concurso público, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo e obter certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado.