Rádio Líder FM Online de Acopiara

sexta-feira, 17 de março de 2017

Chuva forte rompe açude e deixa casas e ruas alagadas em Assaré

De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), nas últimas 24 horas choveu mais do que todo o mês de março. Embora o pluviômetro do órgão tenha registrado 88 milímetros entre as 7 horas de ontem e 7 horas desta sexta-feira, na sede do município, “os medidores da zona rural apontam chuva acima dos 150 mm”, conforme afirma o radialista Jocélio Leite. Nos primeiros 15 dias do mês, a Funceme observou o acumulado de 87.5 mm. 

As áreas mais afetadas são os bairros Populares, Alto do Zé Dodô e Pedra de Fogo. “Essas localidades ficam próximos ao açude e consequentemente a força da água foi mais intensa. Muitas famílias perderam tudo. A cidade está um caos”, acrescenta Jocélio. Não há informações sobre feridos. O município não confirmou o número de famílias que estão desalojados. Militares do Corpo de Bombeiros da cidade do Crato foram acionados e estão nas áreas mais afetadas.

Vídeo

Eleitores que ajudaram a eleger prefeito de Acopiara mostram alto grau de decepção

As pessoas que ajudaram a eleger o atual prefeito de Acopiara estão abandonando o barco. Para muitos ele não honrou o que prometera e por isso o correto é pular logo desse barco. 

O descaso por parte da administração municipal e a falta de compromisso com seus eleitores tem sendo motivo do descontentamento.

Ceará deve pagar R$ 40 mil a viúva de detento assassinado em presídio

A companheira de um detento assassinado dentro do Instituto Penal Paulo Oliveira, enquanto cumpria a pena, deverá receber R$ 40 mil do Governo do Estado por indenização por danos morais. A decisão é do juiz Fernando Teles de Paula Lima, respondendo pela 8ª Vara da Fazenda Pública de Fortaleza e foi publicada no Diário da Justiça de terça-feira (14). O Governo do Estado pode recorrer da decisão. 

Na ação, ajuizada em maio de 2009, a consultora de vendas alegou que o companheiro, preso sob acusação de tráfico de drogas, foi morto a tiros e golpes de “cossoco” - uma espécie de arma artesanal - por outros detentos, em 18 de maio de 2006. O Governo do Estado contestou, defendendo que a morte teria ocorrido fora das dependências do estabelecimento prisional, pois na data ele já havia recebido alvará de soltura. 

Já o juiz afirma ter ficado comprovado que a morte ocorreu nas dependências do presídio. Por isso, considera que a administração pública, embora não tenha causado diretamente a morte, contribuiu para que esta ocorresse, “ao não disponibilizar a segurança necessária e agir com negligência na vistoria das celas e dos presos”. 

Para o juiz Fernando Teles de Paula Lima, embora o Estado não possa evitar todos os conflitos que venham a ocorrer em um presídio, tem o dever de impedir que os detentos disponham de arma de fogo ou instrumento que possibilite a morte de outros presos. 

Além da indenização, a mulher do detento havia solicitado também o pagamento de pensão alimentícia, mas o juiz afirmou não ter sido comprovado que o falecido contribuía com as despesas familiares e qual o valor que repassava mensalmente para a companheira.

Seleção pública em Cariús paga salários de até R$ 2,4 mil

A Prefeitura de Cariús, no interior do Ceará, divulgou nesta quinta-feira (16) edital de seleção pública com 20 vagas e salários de até R$ 2.450. As vagas são para psicólogo, assistente social, entrevistador, facilitador de oficinas; instrutor de oficinas de teatro, violão, artesanato, dança e esporte. 
As inscrições podem ser feitas no período de 16 a 17 de março, das 8h às 12h, na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social, na Rua Raul Nogueira II, 76, Esplanada. 

A seleção será realizada em duas etapas, ambas de caráter eliminatório. Na primeira etapa, haverá análise de capacidade profissional, comprovada através da avaliação de currículo. A segunda etapa consistirá de entrevista. A data das etapas será divulgada após a etapa de inscrição. 

O resultado dos aprovados será divulgado nos prédios da Prefeitura de Cariús, ainda sem data definida. 

A seleção pública tem prazo de validade de 12 meses e pode ser prorrogada por mais 12 meses.

Prefeito Luna Neto (PDT) tenta garantir recursos para implantar em Jucás (CE) serviço de monitoramento 24 horas

O município de Jucás (CE) poderá ganhar nos próximos dias o programa Olho Vivo 24 Horas, um sistema de vídeo monitoramento objetivando melhorar ainda mais a segurança na cidade. 

Com este intuito, o prefeito Luna Neto (PDT) se reuniu hoje (16) com o deputado estadual Agenor Neto (PMDB) visando garantir uma emenda parlamentar para a implantação do serviço. 

Luna Neto informa que serão instaladas cerca de 30 câmeras que irão monitorar corredores de tráfego e pontos comerciais, além das entradas e saídas das sedes urbana e dos distritos de São Pedro do Norte e Mel. 

Recentemente, a Prefeitura Municipal de Jucás, deu início a modernização da iluminação pública da cidade garantindo maior conforto aos pedestres e condutores de veículos, além de contribuir com a melhoria da segurança pública no município.