Rádio Líder FM Online de Acopiara

terça-feira, 4 de abril de 2017

Cidadão com 100 anos de idade tem serviço médico negado no Hospital Geral de Acopiara

O senhor Chico Preto, 100 anos de idade, morador da localidade de Várzea Redonda, no distrito Isidoro, teve o serviço médico negado na manhã de ontem (3), no Hospital Geral de Acopiara. 

Esse cidadão acopiarense de 100 anos, está sondado há mais de 20 dias e precisava trocar a sonda. No hospital foi informado que o procedimento não podia ser realizado e que o paciente precisava procurar a Unidade Básica de Saúde, da região. 

Debilitado emocionalmente e fisicamente por conta da idade, seu Chico Preto, teve que pagar passagens, enfrentar estradas esburacadas, porém tudo isso foi pouco para sensibilizar as autoridades da saúde de Acopiara para resolver o seu problema.

Homem mata adolescente que seria amante de sua esposa em Quixadá

A Pedra do Cruzeiro, um dos principais pontos turísticos de Quixadá, foi palco de um bárbaro crime na noite desta segunda-feira (4). Conforme informações da Polícia, por volta das 23h30 o adolescente Carlos Henrique dos Santos Silva, 15 anos, foi encontrado morto naquele local, no Centro da cidade, com várias perfurações à faca pelo corpo. 

Cerca de duas horas depois, ainda na madrugada, uma equipe do Ronda do Quarteirão localizou e prendeu o suspeito da autoria do crime, Francisco Andson Costa de Oliveira, 22 anos. Ele estava na residência dele, no bairro Monte Alegre, na periferia da cidade. Familiares do adolescente informaram que ele havia saídoà tarde na companhia de Francisco Andson. 

Conforme informações da Polícia, ao ser preso o suspeito confessou o crime. Na delegacia regional da Polícia Civil Francisco Andson disse que assassinou o adolescente porque ele estava mantendo uma relação amorosa com sua esposa. O nome dela não foi revelado. Revoltado, após conquistar a confiança do jovem, o convenceu a irem até a Pedra do Cruzeiro, onde praticou o crime.

IBGE abre mais de 1 mil vagas no Ceará; salários chegam a R$ 4 mil

Em 1º de outubro de 2017, o IBGE vai iniciar as operações do seu 10º Censo Agropecuário. Ao longo de cinco meses, os recenseadores irão visitar mais de 5 milhões de estabelecimentos agropecuários em todo o país, levantando informações sobre a área, a produção, as características do pessoal ocupado, o emprego de irrigação, o uso de agrotóxicos, entre outros temas. 

Para realizar a coleta de dados, serão selecionados cerca de 26 mil contratados temporários em mais de 4 mil municípios. A coleta começa em 1º de outubro. O questionário foi simplificado para agilizar a operação que, durante cinco meses vai recensear três estabelecimentos agropecuários por dia, em média. Para o Ceará, serão destinadas 1.314 vagas divididas em 7 funções e com salários de R$ 1,5 mil a R$ 4 mil. 

Inscrições 

Em abril, começam as inscrições dos dois processos seletivos simplificados para os temporários que atuarão no Censo Agropecuário 2017. Serão abertas 26.010 vagas, das quais 171 serão para profissionais de nível superior em 18 diferentes áreas de conhecimento. 

As vagas restantes serão para nível médio. Ao todo, serão abertas vagas em pouco mais de 4 mil municípios do país. Veja na tabela a seguir a distribuição preliminar dessas vagas, por unidade da federação. Os números definitivos serão divulgados nos editais dos dois processos seletivos, cuja publicação está prevista para os dias 10/04 e 24/04/2017.

Após acusação, José Mayer assume assédio e pede desculpas

Depois de ser acusado de assediar uma figurinista da TV Globo, José Mayer se manifestou sobre o assunto e divulgou uma carta aberta nesta terça-feira (04). 

No conteúdo, o ator admite que errou e pede desculpas. A mensagem de Mayer, que tem 67 anos, refere-se à acusação feita por Susllem Meneguzzi Tonani, de 28, que o denunciou por ter sido assediada sexualmente pelo artista. 

"Aprendi nos últimos dias o que levei 60 anos sem aprender. O mundo mudou", pontua. A repercussão do caso gerou até o afastamento de José Mayer da próxima novela das 21h, da Rede Globo. 

Confira a carta na íntegra:

"Carta aberta aos meus colegas e a todos, mas principalmente aos que agem e pensam como eu agi e pensava:
 
Eu errei. Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava. A atitude correta é pedir desculpas. Mas isso só não basta. É preciso um reconhecimento público que faço agora.
 
Mesmo não tendo tido a intenção de ofender, agredir ou desrespeitar, admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas. Sou responsável pelo que faço.
 
Tenho amigas, tenho mulher e filha, e asseguro que de forma alguma tenho a intenção de tratar qualquer mulher com desrespeito; não me sinto superior a ninguém, não sou.
 
Tristemente, sou sim fruto de uma geração que aprendeu, erradamente, que atitudes machistas, invasivas e abusivas podem ser disfarçadas de brincadeiras ou piadas. Não podem. Não são.
 
Aprendi nos últimos dias o que levei 60 anos sem aprender. O mundo mudou. E isso é bom. Eu preciso e quero mudar junto com ele. Este é o meu exercício. Este é o meu compromisso. Isso é o que eu aprendi.
 
A única coisa que posso pedir a Susllen, às minhas colegas e a toda a sociedade é o entendimento deste meu movimento de mudança.
 
Espero que este meu reconhecimento público sirva para alertar a tantas pessoas da mesma geração que eu, aos que pensavam da mesma forma que eu, aos que agiam da mesma forma que eu, que os leve a refletir e os incentive também a mudar.
 
Eu estou vivendo a dolorosa necessidade desta mudança. Dolorosa, mas necessária.
 
O que posso assegurar é que o José Mayer, homem, ator, pai, filho, marido, colega que surge hoje é, sem dúvida, muito melhor.
 
José Mayer"

Prefeitura de Iguatu está na mira do Ministério Público em investigação de nepotismo

O Ministério Público do Estado (MPE) está investigando denúncias de nepotismo em 53 prefeituras cearenses. A denúncia partiu de vereadores, advogados e deputados. As informações estão no blog do Roberto Moreira, do Diário do Nordeste. 

Segundo o jornalista, as duas maiores cidades investigadas são Tauá e Iguatu. Os promotores vão checar a lista de pessoas nomeadas e o grau de parentesco. Os prefeitos serão denunciados casos não demita os parentes. 

Em Iguatu, o caso pode se transformar em escândalo, caso as informações se confirmem. 

A Constituição Federal proíbe a nomeação de companheiros e parentes em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, para cargos em comissão, de confiança ou gratificados na administração pública (súmula vinculante nº 13, do STF).