Rádio Líder FM Online de Acopiara

sábado, 15 de abril de 2017

Triste realidade na saúde de Acopiara

Um homem de 34 anos, identificado como Hélio, morador da vila Jati, distrito de Solidão (Acopiara), chegou na madrugada de desta sexta-feira santa, no Hospital Geral, passando mal, demorou para receber os primeiros socorros, ficou em observação e em seguida veio a óbito. 

Uma servidora da saúde que não quis ter o seu nome revelado lamentou a forma do atendimento, principalmente quando o homem estava morrendo. "Tiraram o homem da cama, o deitaram no chão, tentaram reanimá-lo e não conseguiram. Foi horrível a cena e o descaso para com o ser humano", disse a denunciante. 

A informação é que não foi solicitado nenhum exame, muito menos um eletro e o homem pode ter morrido de infarto. O caos instalado na saúde de Acopiara aumenta de forma assustadora o índice de óbitos no município.

Cuba suspende envio de 710 médicos ao Brasil, diz Ministério da Saúde

Cuba cancelou o envio de 710 médicos para o Brasil, previsto para este mês. A suspensão se deu, conforme ofício enviado ao governo brasileiro, devido ao possível descumprimento de termos do acordo de cooperação. Em nota enviada à imprensa, o Ministério da Saúde diz que poderá enviar a Cuba uma delegação brasileira para esclarecer os questionamentos do governo cubano. 

O Brasil recebeu nesta quinta-feira (13), por meio da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), a solicitação de uma reunião de representantes brasileiros e cubanos para tratar do programa Mais Médicos. 

Segundo o governo cubano, o cancelamento do envio se deu pelo aumento de ações judiciais impetradas por médicos cubanos vinculados ao programa e sua contratação direta pelo Ministério da Saúde, determinada por liminares. Essa situação, segundo o texto do ofício, não estaria em conformidade com o acordo firmado.

Banho em família acaba em tragédia: Duas pessoas morrem atingidas por raio e 20 ficam feridas

Um simples banho de açude com a família e amigos acabou em tragédia na tarde desta sexta-feira (14) em Russas. Duas pessoas morreram e outras cerca de 20 ficaram feridas atingidas por um raio. O caso aconteceu em um açude na fazenda Capecé, no assentamento Bernardo Marinho 2, enquanto chovia. 

Segundo a Polícia a chuva foi forte com muitos raios e trovões e um certo momento um raio caiu sobre as pessoas vitimando uma mulher e uma criança. Os sobreviventes relataram dores nos membros e nas costas, mas a maioria deles passa bem. 

Morreram Francisca Lourenço dos Santos, de 56 anos, e a criança João Victor Manoel da Silva, de apenas 8 anos de idade. As vítimas são sobrinho e tia. 

Em situações de tempestades com raios é recomendado que as pessoas evitem utilizar celular, secador de cabelo e ferro elétrico conectados à tomada, chuveiro ou torneira elétrica. Na rua evitar contato com objetos metálicos e ficar em campos abertos, piscinas, lagos, praias, árvores isoladas, postes e locais elevados.