Rádio Líder FM Online de Acopiara

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Balanço parcial do feriadão do Dia do Trabalho já registra 47 mortes no Ceará

Balanço parcial do feriadão do Dia do Trabalho, iniciado na última sexta-feira (28), registra, ao menos, 47 mortes violentas em todo o Estado do Ceará. Segundo dados das autoridades policiais, foram registrados no período 42 casos de homicídios e mais cinco morte em acidentes de trânsito. 

Em Fortaleza, 13 pessoas foram assassinadas. Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), mais nove casos de homicídios. Já em relação ao Interior, 20 registros de assassinatos totalizaram o balanço parcial, sendo 13 no Norte e mais sete no setor Sul, de acordo com a divisão geográfica dos Comandos de Policiamento do Interior (Norte e SuL). 

Já os acidentes de trânsito com mortes foram registrados em Fortaleza e nos Municípios de Russas, Jaguaribe, Palhano e Ipaumirim. 

Crimes 

Em Fortaleza, os 13 assassinatos ocorreram nos seguintes bairros: Messejana (2), Aldeota, Montese, José Walter, Jardim Iracema, Barra do Ceará (2), Cambeba, Bom Jardim (duplo) e Sapiranga-Coité (duplo). 

Já na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), nove assassinatos ocorreram nos seguintes Municípios: Horizonte (3), Maracanaú (3), Caucaia, Guaiúba e Maranguape. 

No Sertão 

No Interior Norte, as forças policiais do Estado registraram 13 casos de homicídios, nos seguintes Municípios: Itapajé (4 casos, um deles triplo homicídio), Paraipaba (duplo), Sobral, Acarape, Massapê, Canindé, Palmácia, São Benedito e Quiterianópolis (linchamento). 

No Interior Sul, sete pessoas foram vítimas de assassinato nos seguintes Municípios: Russas, Brejo Santo, Juazeiro do Norte (duplo), Catarina, Morada Nova e Caririaçu. 

Acidentes 

Cinco acidentes de trânsito com morte foram contabilizados pelas autoridades policiais desde a última sexta-feira (28), fatos ocorridos em Fortaleza (bairro Cambeba, tendo um policial militar como vítima), Ipaumirim, Palhano, Jaguaribe e Russas.

Prefeito de Jucás (CE) se reúne com o governador Camilo Santana, nesta terça (2)

O prefeito de Jucás (CE), Raimundo Luna Neto, continua trabalhando para fazer o seu município avançar em obras e ações em prol do povo. 

Nesta terça-feira, 2, o prefeito jucaense vai se reunir com o governador Camilo Santana, no Palácio da Abolição, em Fortaleza e na oportunidade vai discutir com ele alguns projetos importantes de interesse da população de Jucás. 

A audiência será a partir das 15 horas e vai contar também com a presença do deputado estadual Agenor Neto. 

O prefeito Luna Neto, aproveita o ensejo para informar que nesta terça-feira (2) não vai poder cumprir expediente de atendimento na Casa do Cidadão por conta desse encontro com Camilo Santana, na capital cearense.

Iguatu vence o Icasa e se classifica para a próxima fase da série B

O Azulão de Iguatu disputou mais uma rodada do Campeonato Cearense da Série B, e venceu o time do Icasa pelo placar de 4 a 1. Nos primeiro primeiros 45 minutos de jogo as duas equipes não conseguiram converter as oportunidades criadas em gols, e o jogo foi para o segundo tempo empatado. 

Logo no início do segundo tempo, aos dois minutos, num ataque do time de Iguatu, a bola desviou no jogador Anderson, que marcou contra. Poucos minutos depois, num contra-ataque do time de Iguatu, Otacílio Neto pegou a bola, driblou o goleiro e marcou, ampliando o placar para 2 a 0. 

 Aos 13 minutos, o juiz marcou um pênalti contra a equipe de Iguatu. O Zagueiro Luiz Carlos bateu, e converteu. A equipe de Iguatu não desistiu e continuou na tentativa de ampliar o placar, foi quando Emerson partiu pela direita e marcou o 3º gol, e Alef Conrado, logo em seguida, ampliaria o placar para 4 a 1. 

O resultado classificou o time de Iguatu para as semifinais. Os próximos jogos ainda não foram definidos pela federação.

Análise preliminar indica que Belchior morreu por rompimento da artéria aorta, diz delegada

Análise preliminar indica que Belchior morreu em razão do rompimento da artéria aorta, disse neste domingo (30) a delegada Raquel Schneider. Raquel falou com o médico do IML da cidade de Cachoeira do Sul, responsável pela necropsia em Belchior. 

O cantor e compositor cearense tinha 70 anos e morava em Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo, Rio Grande do Sul, distante cerca de 150 km de Porto Alegre. Ele vivia com a esposa, Edna. 

"Esse deve ser o resultado que vai vir no laudo depois. Claro que também serão feitos mais alguns exames, mas em princípio foi isso", afirmou a delegada. 

Mais cedo, Angela Margareth, ex-mulher do músico, havia dito que a causa da morte foi um infarto. A delegada disse que o médico não levantou essa possibilidade durante a conversa. 

De acordo com amigos, o artista vivia há quatro anos no município localizado na região do Vale do Rio Pardo, no Rio Grande do Sul. Há um ano e meio ele morava na casa onde morreu, com a esposa. A residência foi cedida a ele por um amigo.

Mãe abandona recém-nascido em matagal, no município de Cedro no Ceará

O fato aconteceu neste domingo, dia 30, por volta das 10h. Funcionários do Hospital Municipal de Cedro comunicaram à Delegacia de Polícia Civil que uma adolescente de 16 anos, estudante, residente no sítio Olho D’àgua, distrito de Assunção, chegou à unidade de saúde acompanhada de uma parenta, Cícera Marília dos Santos, estudante, 18 anos, que lhe prestou socorro. 

O médico Francisco Alberto da Silva constatou que a jovem teria dado à luz uma criança, mas o bebê não estaria junto da mãe. Questionada pelo médico onde estaria a criança, a adolescente respondeu que estava abandonada em um matagal próximo a residência onde mora e justificou o fato informando que a família dela não teria conhecimento de sua gravidez. 

A prima da jovem ligou para familiares que se deslocaram até o local mencionado pela adolescente, onde encontraram a criança ainda com vida. O recém-nascido foi socorrido para a unidade médica, com escoriações, e em seguida encaminhada para Fortaleza. 

A adolescente ainda está internada no hospital e a responsável por ela, Cleonice Souza dos Santos, 54 anos, agricultora, prestou depoimento na delegacia para esclarecer o fato, que obteve ampla repercussão na cidade.

DataFolha: 71% dos brasileiros são contra reforma da Previdência

Sete em cada dez brasileiros são contrários à reforma da Previdência, como mostra pesquisa realizada pelo Datafolha. A rejeição chega a 83% entre os funcionários públicos, que representam 6% da amostra e estão entre os grupos mais ameaçados pelas mudanças nas regras para aposentadorias e pensões. 

Há maioria antirreforma entre todos os grupos sociodemográficos, e a taxa cresce entre mulheres (73%), brasileiros que ganham entre 2 e 5 salários mínimos (74%), jovens de 25 a 34 anos (76%) e os com ensino superior (76%). 

O Datafolha realizou 2.781 entrevistas em 172 municípios na quarta (26) e na quinta (27), antes das manifestações ocorridas na última sexta-feira (28). A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. 

A pesar da rejeição à ideia de mudanças, a maioria dos entrevistados concorda com tópicos que o governo pretendia mudar na proposta inicial e outros que ainda estão em discussão no Congresso. 

É o caso das regras especiais que permitem aos professores se aposentar cinco anos mais cedo do que outros trabalhadores. 

A maioria dos entrevistados pelo Datafolha, porém, é contra essa diferença nos casos de professores (54%), policiais (55%) e militares (58%). O governo promete enviar ao Congresso outro projeto para tratar das aposentadorias dos militares. 

No caso dos trabalhadores rurais, 52% dos brasileiros querem que eles continuem se aposentando mais cedo, condição também mantida no projeto de Arthur Maia. 

Mesmo entre os que se dizem favoráveis a uma reforma previdenciária, há discordância em relação a três pilares: idade mínima de aposentadoria de 65 anos para homens, de 62 para mulheres, e a nova fórmula para cálculo de benefício, que exige 40 anos de contribuição para receber o benefício máximo.

Três pessoas são executadas em velório de traficante no Ceará

O município cearense de Itapajé, 125 km distante da Capital, registra um fim de semana violento. Nos últimos três dias, já foram quatro mortes. Três dos óbitos aconteceram na manhã deste domingo (30), enquanto era velado o corpo de Francisco Wilker, mais conhecido como Zequinha, acusado por tráfico de drogas. 

Zequinha foi apontado pelo Polícia Militar como um dos maiores traficantes da área. Ele havia sido preso em outubro do ano passado, no período das eleições, mas conseguiu fugir e estava sendo procurado pela polícia desde então. 

Na sexta, por volta de meio-dia, a polícia foi até à residência do foragido, onde houve troca de tiros. No confronto com a PM, Zequinha foi atingido, encaminhado para um hospital local, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. 

Na manhã deste domingo, por volta de 7h, enquanto o corpo do traficante estava sendo velado em casa, uma Hilux preta de placa ainda não identificada foi até o local. Dela, desceram homens encapuzados e fortemente armados com espingardas e pistolas. 

Na troca de tiros, foram feitas três vítimas, todos homens. Dois morreram no local e um foi encaminhado para o hospital da região, mas não resistiu. Uma mulher atingida pelas balas encontra-se no Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza, porém, não corre risco de morte, de acordo com a Polícia Militar. 

Ainda segundo a PM, policiais haviam passado a noite no local fazendo ronda para evitar que ações como essa acontecessem, mas durante uma breve saída do local para fiscalizar outras regiões, a Hilux chegou. As investigações estão em andamento, contudo, até agora, não há informações concretas sobre os suspeitos do triplo homicídio.